Sábado, 16 de Junho de 2007

MAGIA A DOIS

Falei aqui, há dias, sobre o meu namoro à moda antiga. Hoje, as minhas ideias são outras. Lembrei-me ter ouvido alguém comentar sobre o seu namorado: que já não havia magia entre ela e ele. Ora, isso é triste e eu não pude passar sem comentar que a magia entre um homem e uma mulher se constrói todos os dias, mas é claro que isso dá trabalho e requer empenho dos dois.

Eu, muitas vezes antes do meu marido falar, já sei o que ele quer dizer, e ele também me conhece muito bem. Mas, nós “brigamos” muito no nosso primeiro ano de casamento! E por coisas sem nenhuma importância...

Eu era muito criança, (dezanove anos) e ele ainda não tinha sido “domesticado" (é claro que eu brinco com isto, porque até que não correu nada mal). Agora falando a sério, se eu voltasse atrás no tempo, faria tudo da mesma forma.

Casamos em Fevereiro, fomos de lua de mel para a Madeira (por isso eu gosto tanto daquela ilha)  mas quando lá chegámos a nossa mala tinha ido para o Algarve, e isso para uma noiva casadinha de fresco foi um drama... Se fosse hoje tinha-me dado para rir, mas naquele dia deu-me para chorar, enfim... Ao fim de muitas reclamações e passados dois dias lá apareceu a mala e eu fiquei mais contente.

E aqui está mais um quadrado para a minha colcha.

 

sinto-me: FELIZ...
publicado por artesã às 23:12
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Domingo, 10 de Junho de 2007

Atrevido

  

 

 

Recebi este prémio. Obrigada a quem me nomeou.

 

Como não consegui escolher cinco amigos, ofereço esta nomeação a todos aqueles que me visitarem.

 

 

sinto-me:
publicado por artesã às 18:45
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Sábado, 9 de Junho de 2007

NAMORAR... À MODA ANTIGA

 

Eu devo estar mesmo a ficar velha!

Digo isto porque ultimamente dou por mim a pensar em coisas que se passaram há tanto tempo, por exemplo: Namorei o meu marido tinha só 14 anos, tão novinha! Como não tenho irmãos, foi um grande choque para os meus pais quando eles descobriram, principalmente o meu pai, que ficou muito zangado comigo. Claro que fui logo proibida de falar com o “rapaz” e naquela altura não havia telemóveis! Foi mesmo um drama... falávamos às escondidas e eu como não gosto de mentiras não me sentia nada bem assim, mas como gostava dele não tinha outra maneira de contornar a situação, lá diz o velho ditado: "Pai impertinente faz o filho desobediente".

E o tempo foi passando e nós a namorar... entretanto ele foi cumprir o serviço militar que era obrigatório, e eu fiquei por cá. Ele foi para as Caldas da Rainha, Tavira, Tancos, Abrantes, Madeira, Santa Margarida, e Angola. Foram mais ou menos 40 meses de cartas para cá, cartas para lá, quase todos os dias chegava correio para mim, e eu sempre alerta para o meu “papá” não apanhar o carteiro, era mesmo uma canseira...

Ao fim de todo esse tempo de cartas e fotos, ele voltou, e estávamos os dois mais maduros mas sempre gostando um do outro, e por isso o meu pai não teve outro remédio senão aceitar o nosso namoro.

 

Tínhamos muitas regras, os tempos eram outros. Penso que se fosse hoje nenhum rapaz aceitava tantas limitações, mas ou era isso ou nada e ele gostava mesmo de mim, a prova disso é uma vida em comum, já lá vão 32 anos maravilhosos.

 

E aqui está mais um quadrado da minha colcha.

 

sinto-me: CHEIA DE LEMBRANÇAS.
publicado por artesã às 14:10
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quinta-feira, 7 de Junho de 2007

CHUVA MIUDINHA

Hoje eu estou como o tempo, chove e faz vento, não sei qual a razão mas eu acordei triste e passei assim todo o dia.

De manhã fui com o meu marido à missa e a seguir fomos almoçar um bom bacalhau ao “Dakota" - passe a publicidade - que é um restaurante que faz um bom bacalhau, mas, apesar de tentar, estive sempre um pouco triste. E é estranho porque eu não sou assim, mas também tenho os meus dias maus, e digo que é estranho porque ainda ontem estive falando com alguém que tem só uma filha e estava muito deprimida porque a filha tinha terminado os seus estudos fora da ilha e não ia voltar para cá.. Eu, como sempre, disse o que pensava, que é o seguinte: os filhos não são uma “coisa” nossa, não nos pertencem pois ninguém é de ninguém, e eu tenho dois e não tenho nenhum perto de mim, e o que realmente me importa a mim e ao meu marido é que eles estejam felizes mesmo longe de nós. Mas por vezes a saudade bate mais forte...

Ontem tive uma surpresa agradável, encontrei uma amiga aqui dos blogs, eu já lhe tinha dito que quando a visse iria falar-lhe e assim aconteceu. Foi agradável o encontro, trocamos nºs de tlm. Estávamos as duas com pressa mas um dia destes vamos combinar qualquer coisa, foi giro.

E aqui está mais um quadrado da minha colcha.

 

sinto-me: Triste
publicado por artesã às 22:57
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Passaram por aqui...




My blog is worth $1,693.62.
How much is your blog worth?

Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Posts recentes

Mãe...

...

40 anos...

...

Saudade

...

Balada da neve

Páscoa

...

Saudade...

Arquivos

Maio 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Julho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Outubro 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Link Me




Por onde ando...

O Blog da Joanina
O Blog da Joanina
Azoriana Blog
Azoriana Blog