Quarta-feira, 17 de Novembro de 2010

AJUDAR.


 

“Não fosse a lembrança da mocidade, não se ressentiria a velhice. Toda doença consiste em não se saber fazer mais o que se soube fazer outrora. Pois o velho, em seu gênero, é decerto uma criatura tão perfeita como o moço na sua”. – Georg Lichtenberg (1742-1799), Aforismos.


 

Esta é uma grande verdade.

Comecei ontem uma nova etapa na minha vida, que passo a explicar.

Eu sou voluntária num lar de idosos da minha ilha, e achava que uma simples visitinha semanal não era suficiente para preencher a minha necessidade de ajudar os outros, então depois de uma conversa com a responsável pelo voluntariado da instituição, passei a ajudar na geriatria durante a hora de almoço.

Confesso que estava apreensiva com esta nova modalidade, apesar de ser voluntária já algum tempo. Esta é uma tarefa muito mais pesada em termos psicológicos, porque na geriatria encontramos pessoas já numa fase final muito decadente e a precisar de muita atenção. Tive dúvidas, julguei não estar preparada, mas correu muito bem, amanhã lá estarei novamente das 11 h às 13 h para ajudar em tudo o que for preciso, e estas duas horas passam num instantinho!

 

sinto-me:
publicado por artesã às 22:37
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De geriatriaaminhavida a 29 de Novembro de 2010 às 14:48
Eu trabalho num lar de idosos e sei bem do que fala.
É muito duro psicologicamente.
Eu trabalho na area que escolhi mas ainda assim por vezes os dias são tão duros que penso "mas por que "raio" escolhi esta profissão?"
Ainda bem que está a gostar, eles precisam de gente que se possam dedicar a eles.
Beijinhos e boa continuação


De Pobre(o)Tanas a 29 de Novembro de 2010 às 19:00
Querida Artesã! É verdade é um trabalho que apesar de ser feito com amor traz muita tristeza por nos vermos diante do fim de todos nós!

Vivi de perto algumas situações aquando a estadia do meu avô num lar. E mesmo no hospital em que nós os 4 que o íamos visitar todos os dias, repartiamo-nos pelas 4 camas existentes no quarto para dar de comer àqueles que ainda aguardavam a chegada das enfermeiras para o lanche.

Muito complicado. Espero que estejam onde estiverem, estejam bem.

Beijinho muito grande e muita força para essas duas horinhas.


Comentar post

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Passaram por aqui...




My blog is worth $1,693.62.
How much is your blog worth?

Janeiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
19
20

21
22
23
25
26
27

28
29
30
31


Posts recentes

D. Amélia dos olhos trist...

De volta!

Mãe...

...

40 anos...

...

Saudade

...

Balada da neve

Páscoa

Arquivos

Janeiro 2018

Maio 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Julho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Outubro 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Link Me


Por onde ando...

O Blog da Joanina
O Blog da Joanina
Azoriana Blog
Azoriana Blog